segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Os desafios dos negócios no século XXI

Peter Drucker, austríaco, o famoso mago da administração pós-moderna, aponta algumas das principais "desconstruções" das teorias da ciência e da prática da administração, num mundo globalizado, no seu livro

Desafios Gerenciais para o Século XXI (Editora Pioneira - 1999):

1. Não existe estrutura organizacional certa ou errada. A estrutura organizacional certa, correta, que deve ser utilizada, é aquela que mais se adapta à organização. Ou seja, a que a faz funcionar melhor.

2. Os empregados não podem mais serem considerados subordinados, mas sim parceiros, pois eles detèm, em todos os níveis, importantes informações e, desta forma, podem tomar decisões importantes para a organização.

3. Cada grupo de funcionários deve ser gerenciado de maneira diferente, para enfrentarem situações diferentes e um mundo em sucessivas mudanças.

4. Lembre-se que agora, ao gerenciar pessoas, é necessário entender que elas sempre estão em busca de um Líder autêntico, que as guie em um mundo incerto, que muda constantemente.

5. A tecnologia está avançando de forma cada vez mais rápida, de maneira que é necessário estar atento para impedir que nossos produtos ou serviços se tornem rapidamente obsoletos no mercado.

6. Os clientes são sempre infiéis e é preciso estar sempre criando novas maneiras e buscando novos diferenciais para fasciná-los de forma a trazê-los de volta para nossa marca, produtos e serviços.

7. Não existe limite para o crescimento e o mercado global pode ser o alvo de qualquer organização, desde que ela almeje atingi-lo.

8. A diminuição da taxa de natalidade e o aumento da expectativa de vida está presente em todas as sociedades lobalizadas.

9. As organizações precisam, muito mais do que somente produtividade, criarem e utilizarem métodos e estatísticas para medirem a evolução de seu desempenho, nas suas diversas áreas de atividade. Desempenho é a palavra de ordem do século XXI.

10. Neste século, os negócios e as organizações privadas vão apoiar seu crescimento em parcerias e ações conjuntas, mas os países e os blocos econômicos tenderão cada vez mais a se protegerem.

11. Nunca, em todos os tempos, foi tão necessário para as organizações estarem atentas às mudanças e a buscarem novas janelas de oportunidades, baseando-se nessa procura em seus sucessos e fracassos a cada dia.


Fonte: VASP NOTÍCIAS No. 706

Nenhum comentário:

Postar um comentário