quinta-feira, 15 de abril de 2010

Ecoeficiência hoteleira

Todo hotel busca atender da melhor forma as necessidades de seus clientes. Para isso, diariamente enfrenta uma batalha pela sua própria sobrevivência. Elevado custo de manutenção, altas taxas de impostos, aumento da concorrência, entre outros fatores, os levam a racionalizar seus atendimentos, muitas vezes em detrimento da qualidade dos serviços que prestam.

Assim como incentivar seus hospedes a não solicitar a troca diária das roupas de cama e banho, é interessante buscar maior eficiência em mais processos. A idéia é fazer o que é necessário a um menor custo. Essa busca de se fazer mais com menos deverá ser constante em todos os setores do hotel. Para não cair no esquecimento, deverá sempre ser lembrada, incentivada e cobrada.

Investir em novas tecnologias que promovam a redução dos gastos de água e de energia elétrica pode ser uma boa saída. Hoje existem muitas soluções tecnológicas simples, de fácil implementação e baixo custo, cujo payback é de curto prazo, às vezes, de até dois meses.

O assunto é tão importante que alguns hotéis participam do movimento "Hora do Planeta", que propõe 1h sem uso de energia em todo o mundo. Este ano, a ação foi realizada no dia 27 de março, das 20h30 às 21h30.

Outra opção interessante é a instalação do ECO Shower Slim (www.ecoshower.com.br), um produto simples que acoplado ao chuveiro elétrico, possibilita maior controle no ajuste de temperatura do banho e uma economia de até 40% nas despesas com água e energia durante o banho dos hóspedes e funcionários.

É válido notar que muitos hotéis operam com contrato de demanda da Concessionária de Distribuição de Energia Elétrica local e, no horário de ponta, entre 18h e 21h, pagam valores mais elevados, sendo importante concentrar especial atenção ao uso dos chuveiros elétricos, grande vilão do consumo de água e de energia elétrica no Brasil.

O hotel que investe em soluções eficientes, além de em pouco tempo reduzir o seu padrão de consumo diverso, criará massa crítica entre seus colaboradores, desenvolvendo uma nova cultura de consumo mais racional. Muitos levarão este aprendizado e exemplo para suas casas, influenciando mais pessoas a fazerem mais com menos.

Outra grande vantagem é o reforço do “escudo” do hotel, cujo marketing positivo deverá ser desenvolvido e aproveitado a seu favor. Mostrar que a instituição é ecoeficiente e que está comprometida com o meio ambiente são características certamente muito valorizadas pelo público.

Antes disso, porém, é preciso estimular a conscientização das pessoas envolvidas nos processos para que possam se motivar e se comprometer com a causa. É importante que fornecedores, colaboradores e clientes estejam engajados com as ações.

Para tornar as mudanças de hábito mais prazerosas e estimulantes, vale a pena criar metas de redução no consumo de água, energia e demais materiais, sempre zelando pela manutenção da qualidade.

Outra ação que pode despertar muito interesse dos envolvidos é destinar parte dos valores economizados para benefícios próprios. A política de sorteios e premiações por mérito fará com que os objetivos sejam alcançados mais rapidamente e de modo mais atraente. Vale a pena tentar.



Autoria: Claudio Orlandi Lasso é engenheiro eletricista e fundador da KL Telecom. Em 2008 desenvolveu o ECO Shower Slim que foi testado pela UNIFEI - Universidade Federal de Itajubá - e patenteado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário