quarta-feira, 4 de maio de 2011

Ipea analisou dados da Pnad sobre distribuição de renda

Comunicado n° 63 mostra que a pobreza e a desigualdade continuaram caindo no Brasil no ano de 2009

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) lançou na terça-feira, 5 de outubro de 2010, às 10 horas, em Brasília, o Comunicado do Ipea n° 63: PNAD 2009 – Primeiras Análises: Distribuição de Renda entre 1995 e 2009.

O comunicado é o segundo da série de análises do Instituto sobre os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2009, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (PNAD/IBGE).

O estudo engloba três aspectos da distribuição de renda no Brasil: a análise e decomposição por fatores da queda da desigualdade de 1995 a 2009, com ênfase nos doze meses entre setembro de 2008 e de 2009; a queda da pobreza, que, segundo o estudo, continuou em 2009; e o crescimento de renda por vigésimo (5%) da sua distribuição.

O Comunicado traz gráficos que mostram a participação das fontes de renda na soma de todas as rendas dos brasileiros, o grau de concentração das fontes e sua contribuição para a queda da desigualdade. Entre essas fontes, estão o trabalho, a Previdência e transferências focalizadas - o Benefício de Prestação Continuada e o Programa Bolsa Família. É possível, também, comparar a evolução da renda dos 5% mais ricos e dos 5% mais pobres da população.

A apresentação do Comunicado do Ipea nº 63 foi feita pelo técnico de Planejamento e Pesquisa do Ipea Sergei Soares. O lançamento será realizado em entrevista coletiva na sede do Instituto em Brasília, no Setor Bancário Sul, quadra 1, bloco J, Edifício BNDES/Ipea, subsolo.



Fonte: Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (www.ipea.gov.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário