quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Valle Nevado abre temporada de ecoturismo no verão




Quem for visitar Santiago do Chile durante a temporada de verão no Hemisfério Sul pode incluir no roteiro uma visita ao Valle Nevado, a apenas 35 quilômetros da capital. De fácil acesso, o caminho é feito pela estrada sinuosa com mais de 60 curvas, passando pela cidadela de Farellones até Valle Nevado, a mais de três mil metros de altitude. 

As subidas de carro são permitidas e monitoradas pelos “carabineros”, a polícia local chilena, mas pode-se optar por ir de táxis ou empresas de serviço receptivo até o complexo.

Nesta época é possível apreciar a paisagem dos vales sem neve, aproveitar a famosa gastronomia local e praticar atividades como trekking e cavalgada que fazem parte do menu de experiências ao ar livre do destino. 




Todas as atividades são monitoradas por uma equipe especializada em programas de ecoturismo, o que oferece mais segurança aos visitantes na hora de escolher um determinado passeio. Os preços variam de acordo com a atividade e o tempo praticado.

Para passear nos teleféricos, o preço por pessoa é de 12 mil pesos. É possível levar bicicletas neste passeio e o guia local poderá auxiliar quanto à subida eà descida deste equipamento. Se o visitante também quiser almoçar, além de passear de teleférico, o valor por pessoa é de 25 mil pesos, preço correspondente ao passeio no teleférico Mirador.

Nas cavalgadas, ideais para explorar confortavelmente a região, os preços saem por 25 mil pesos com duração de duas horas. Já os passeios de trekking/caminhadas são organizados em grupos e os valores custam a partir de 20 mil pesos por pessoa para duas horas de atividades. 



Há outras opções de pacotes de caminhadas com passeio de teleférico em gôndola, almoço e tour guiado por 32 mil pesos. Todos os equipamentos necessários estão inclusos e as reservas devem ser feitas antecipadamente, pois como os hotéis do complexo estão fechados nesta época, é possível apenas passar o dia no destino.

Em janeiro de 2013 serão inauguradas novas atividades graças à abertura do primeiro teleférico em gôndola da região. 


Localizado na Área de Serviços da Curva 17, ao todo serão 70 cabines para seis pessoas cada, que percorrerão um percurso aproximado de mil metros até o restaurante Bajo Zero. 

O preço por pessoa é de 15 mil pesos e pode ser incrementado com um almoço, cujo menu inclui entrada, prato principal e sobremesa. Bebidas são cobradas a parte. 


O pacote permite que os turistas façam trekking e tours guiados na zona de média montanha, desfrutando de outros panoramas inesquecíveis da Cordilheira dos Andes.


Fonte: Gabriela Catopra

Nenhum comentário:

Postar um comentário