segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Como as agências e empresas do setor de Turismo podem se beneficiar da computação em nuvem


Os grandes beneficiados pela Cloud Computing são as pequenas e médias empresas. As agências e empresa do setor de Turismo entram nesta lista. Com menores investimentos para a utilização de serviços e sistemas que rodam fora de seu ambiente corporativo, através da web, estas empresas conseguem, rapidamente, usar os recursos de Cloud e se focar no negócio. Grandes empresas precisam agir com mais cautela, avaliando implicações da mudança do legado para o ambiente em nuvem e  os aspectos culturais, que são os mais difíceis.

A grande maioria das pessoas não sabe por onde começar, afinal o discurso de Cloud se tornou pouco objetivo. Por isso, as empresas podem levar em conta algumas recomendações ao pensar em um projeto de computação em nuvem:

1. Liste quais os sistemas de TI que realmente são necessários para o seu negócio. Não esqueça os mais utilizados no dia a dia, como e-mail, agenda, mensagem instantânea, espaço de armazenamento (com backup), ferramentas de edição de texto, planilha, apresentação de slides;

2. Faça o mesmo pensando em sistemas de Internet. O site da empresa, um blog, um ambiente de treinamento para seus funcionários;

3. Não se esqueça de considerar um CRM – sistema de relacionamento com clientes - para impulsionar a força de vendas e comunicação com o mercado. E é provável que você precise de um ERP – sistema de gestão -, ao menos para emitir as notas ficais eletrônicas – NFs-e, mas, possivelmente é uma boa ideia também para o controle de estoque, faturamento e pessoal, entre outras funcionalidades;

4. Para comunicação mais avançada, não se esqueça de considerar reuniões com equipe e clientes via videoconferência, além de ter acesso a tudo por celular e tablet, afinal você e seus funcionários trabalham cada vez mais fora do escritório (se é que você ainda precisa de um nos dias de hoje!);

5. A excelente notícia é: você pode implementar todos estes sistemas e serviços, muitos deles impensáveis, há alguns anos, para empresas que não fossem gigantes. E mais: sua empresa não vai gastar nada com servidores e caros projetos de implementações. Mais ainda: sua empresa vai pagar somente pelo que usa. Isto pode significar investimentos iniciais realmente muito baixos;

6. A primeira decisão deve ser por mensageria, já que é impossível viver sem se comunicar com o mercado e a mais essencial das ferramentas digitais é, naturalmente, o e-mail. O Google Apps é a solução dominante para isso e pode ser conhecida em vadegoogleapps.com.br. Ela é uma solução utilizada por mais de cinco milhões de empresas no mundo e que contém o conhecido Gmail na versão corporativa, que inclui calendário, contatos, mensagem instantânea, editor de texto, planilha, apresentação de slides, Google Drive, Sites etc. É uma solução completa e que tem excelente aceitação por ser um sistema com interface muito simples e com altíssima capacidade de adaptação. Além disso, contém 25 Gb de espaço para e-mails e mais 5 Gb para armazenamento de dados na nuvem da Google. Tudo isto custa apenas US$ 65,00/usuário/ano ou US$ 8,00/usuário/mês. E você pode começar com uma área da companhia e depois ampliar o uso conforme a necessidade e a partir da confiança adquirida na plataforma;

7. Sua empresa precisa de um site. E precisa ser algo realmente moderno e bem objetivo. Para isto, há três sugestões: crie seu site sem programação alguma usando o Google Sites; Crie um site no Facebook ou no Google+; se você preferir fazer algo mais complexo e precisar desenvolver um site que não se encaixa nestas opções, então considere hospedar na Amazon, com preços reduzidos e sob demanda que vai suportar facilmente. Grandes startups brasileiras, como o Peixe Urbano, seguiram este caminho e afirmam que esta escolha teve impacto fundamental no sucesso e crescimento. Mais informações em aws.amazon.com;

8. O CRM em nuvem possibilitou que este tipo de sistema deixasse de ser utilizado apenas pelas grandes corporações. Hoje não faltam ofertas que viabilizam a adoção barata e efetiva. Aqui, um destaque importante: 70% dos projetos de CRM tradicional falha, os sistemas são muito complexos e os usuários o abandonam muito facilmente. Entre as melhores soluções, recomendo a salesforce.com ou a sugarcrm.com, esta última tem uma opção gratuita que pode ser hospedada na Amazon;

9. Para a gestão de processos em nuvem, uma opção bem interessante e de baixo custo é o RunMyProcess, solução de workflow, integração e desenvolvimento, oferecida na modalidade software como serviço, fácil de usar e de baixo custo, criada para uso em companhias de todos os segmentos e tamanhos. Ele pode ser conhecido no site da Dedalus (http://www.dedalus.com.br/runmyprocess).

10. Quero mencionar ainda uma oferta brasileira que acaba de ser anunciada e que vai mexer com todo este mercado de CRMs e ERPs: trata-se do omie.com.br, um sistema flexível, objetivo e feito por gente que conhece muito bem os desafios do mercado nacional. Vale a pena considerar;11. Finalmente, recomendo muito cuidado na escolha de soluções Cloud. Velhas tecnologias estão morrendo e oferecem soluções "tipo Cloud", que na verdade te amarram a contratos longos, caros, sem performance e flexibilidade. Por isso, opte por ofertas de empresas reconhecidas pela inovação e pelo desempenho em sistemas de Internet. Opte por uma empresa com reconhecida experiência, certificada e que possua uma equipe capacitada e certificada para ajudar sua empresa no projeto de implementação das soluções de Cloud e que possa lhe dar empresas usuárias como referência.


Mauricio Fernandes -  Presidente da Dedalus, provedora de soluções para a Cloud Computing, com mais de 20 anos de atuação no mercado de Tecnologia da Informação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário