sábado, 13 de abril de 2013

Sudeste registra aumento de raios neste verão






Para evitar os perigos e riscos de danos, é importante a instalação correta de um SPDA – Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (para-raios)

O verão deste ano registou um aumento de 18% na incidência de raios na região Sudeste do país, de acordo com dados apresentados pelo ELAT – Grupo de Eletricidade Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Estas tempestades reforçam a importância de instalações corretas de um SPDA – Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas.

O SPDA tem diversas funções. Entre elas, a de neutralizar o crescimento do potencial elétrico entre o solo e as nuvens carregadas, por meio do permanente escoamento de cargas elétricas; e oferecer à descarga elétrica que for cair em suas proximidades, um caminho preferencial, reduzindo assim os riscos de sua incidência sobre as estruturas. Um para-raios corretamente instalado reduz significativamente os perigos e os riscos de danos.

Os tipos de edificações são classificados em quatro níveis, sendo dois deles com obrigatoriedade de instalação do SPDA. Entre as edificações que necessitam dessa instalação, estão edificações de explosivos, inflamáveis, indústrias químicas, nucleares, laboratórios bioquímicos, fábricas de munição e fogos de artifício, estações de telecomunicações, usinas elétricas, indústria com risco de incêndio, refinarias, edifícios comerciais, bancos, teatros, museus, locais arqueológicos, hospitais, prisões, casas de repouso, escolas, igrejas, áreas esportivas, entre outros.

A utilização do SPDA é regida pela NBR 5419, norma brasileira que define o sistema de proteção das edificações. Para a instalação de um SPDA, três métodos podem ser utilizados: método de Franklin, método da gaiola de Faraday e método eletrogeométrico. Independente de qual seja o método escolhido, é de extrema importância que a instalação seja realizada por uma empresa especializada e habilitada para tal função.

A Alpserv, com sede no Vale do Paraíba, é uma destas empresas. Especializada em buscar soluções em serviços de manutenção industrial e predial, a Alpserv utiliza do acesso por cordas para a realização de instalações de SPDA. Através de técnicas de alpinismo (alpinismo industrial), a Alpserv trabalha com as mais rigorosas normas de segurança nacionais e internacionais, atendendo a clientes nos mais variados segmentos.


A Alpserv e o acesso por cordas

O acesso por cordas traz inúmeros benefícios a quem contrata este serviço. Por se tratar de uma técnica altamente flexível, é bastante eficiente para manutenções e instalações em lugares de média ou grande altura ou em lugares confinados. A técnica permite que o operador realize suas tarefas na vertical, na horizontal ou em negativo.

Outro fator que é beneficiado pelo serviço de alpinismo industrial é que, utilizando técnicas especializadas e credenciadas, os profissionais podem realizar trabalhos que estão fisicamente ou economicamente impossíveis de se acessar por formas tradicionais.

Com a realização do trabalho por alpinismo industrial, o cliente tem redução de custo, economia de tempo e aumento da flexibilidade do projeto, priorizando a segurança de seus colaboradores e maximizando sua produtividade.


Enviado por : Thaís Mazini 

Nenhum comentário:

Postar um comentário