sexta-feira, 26 de julho de 2013

Safári no Ártico : observação da vida selvagem na neve


Animais como focas árticas, belugas, morsas, bois-almiscarados e principalmente ursos-polares – os mamíferos mais temidos do Hemisfério Norte – são observados de perto em seu habitat natural, assim como os big five dos famosos safáris africanos: leão, elefante, búfalo, leopardo e rinoceronte. 

A região traz atrativos únicos, como visitas a comunidades nativas remotas e passeios para apreciar a Aurora Boreal, que ocorre entre o final de agosto e o início de abril.

O roteiro de oito dias pede itens propícios para uma grande aventura, como lanternas, binóculos, roupas impermeáveis e adequadas para a neve, além de equipamentos de fotografia e filmagem. Na noite de chegada, os viajantes já fazem uma imersão com o líder da expedição e um guia inuit, membro da nação indígena esquimó que habita regiões Canadá, do Alasca e da Groenlândia. 

                     

A chegada ao acampamento, no dia seguinte, é feita por meio de uma rota no gelo com snowmobile. As paradas seguintes incluem glaciares, estações de caça abandonadas, cachoeiras, icebergs e até uma inusitada praia ártica, com direto a uma pausa para o chá.

Recomendada para famílias com crianças a partir de cinco anos e visitantes que ainda não conhecem a região, a viagem permite fotografar um espetacular cenário silencioso e surpreendente com seu céu amplo, noites ensolaradas, mar azul e majestosas geleiras. Os pequenos grupos permitem que os participantes explorem com calma cada característica dos ambientes.

As acomodações também propõem integração com a cultura local: as tendas Yurt, usadas tradicionalmente por povos nômades, concentram uma estrutura interna de madeira coberta por feltro ou lã, fornecendo boa proteção contra o frio. O acampamento ainda inclui um lounge para refeições e banheiros com chuveiro quente.

Diversas espécies de pássaros migratórios são observadas de perto no safári ártico, como gaivotas e patos canadenses, incluindo uma visita a uma colônia de aves com cerca de 200.000 animais que constroem ninhos no local.

Raposas, corujas, falcões, e pequenos mamíferos como a mustela, um tipo de furão selvagem, e o dicrostonyx, um roedor nativo da América do Norte, também são encontrados nesta viagem. Já a parte cultural do roteiro é complementada por visitas a lojas locais que vendem esculturas e artesanatos típicos.

                     

“Acredito que novos destinos para safáris são uma tendência no turismo de aventura mundial. Para quem já experimentou essa experiência na África do Sul, Tanzânia, Botswana, Namíbia, e até mesmo no norte do continente africano e na Ásia, o Ártico é uma opção ousada, inovadora e interessante graças à sua natureza particular e inexplorada.”, avalia Tomas Perez, presidente da Teresa Perez Tours.

O programa inclui todos os transportes utilizados em terra durante a viagem, hospedagem e vôo em Ottawa até o povoado de Pond Inlet, duas noites na cidadezinha, cinco noites no acampamento de safári, refeições completas, passeios, uso ilimitado de caiaques e ainda material para a prática de mergulho.



Fonte: Martina Carli

Nenhum comentário:

Postar um comentário