quarta-feira, 26 de março de 2014

Famtour nos Cânions do São Francisco incrementa fluxo turístico na Bahia


Operadores e agentes de viagens de várias zonas turísticas participam da segunda edição do projeto Viaje Por Um Mundo Chamado Bahia, de 26 a 30 de março, nos Cânions do São Francisco.

Realizado pela Secretaria do Turismo e Bahiatursa, com o apoio do Sindicato das Empresas de Turismo do Estado da Bahia-Sindetur e prefeituras do interior, o objetivo do projeto é incrementar o crescimento e o desenvolvimento do mercado turístico regional.

A ideia é estimular o fluxo turístico no próprio estado, com base em pesquisa realizada pela Setur, que aponta que 52% do público que frequenta os atrativos da Bahia são baianos.

O projeto possibilita o intercâmbio entre profissionais das mais diferentes zonas turísticas, que vão conhecer a cultura, a gastronomia e os atrativos e vender seus destinos.

Região rica em recursos hídricos, paredões de rocha e cachoeiras, os Cânions do São Francisco oferecem um roteiro inesquecível para os mais diferentes perfis de visitantes, do ecoturista ao turista de aventura, a partir de Paulo Afonso.

Os participantes do Famtour chegam ao município, situado a 480 quilômetros de Salvador e um dos principais portões de entrada para a região dos Lagos e Cânions do São Francisco, nesta quarta-feira (26/3) à noite, e logo no dia seguinte entram em uma rodada de negócios integrando-se ao segmento turístico local.

Em Paulo Afonso estarão presentes operadores e agentes de viagens da Costa do Cacau, Caminhos do Sudoeste, Vale do São Francisco, Caminhos do Oeste, Chapada Diamantina, Caminhos do Sertão e Baía de Todos-os-Santos.

O projeto:

“O projeto Viaje por um Mundo ChamadoBahia teve uma primeira edição no ano passado, na Costa do Cacau, que foi muito bem avaliada”, afirma o presidente da Bahiatursa, Fernando Ferrero.

Ele destaca que é importante promover o turismo do estado nacional e internacionalmente, mas lembra que “existe um público consumidor na Bahia que pode garantir o fluxo pelas diversas zonas do estado o ano inteiro; nada mais natural, portanto, que os destinos sejam vendidos no próprio estado, no sentido de superar o que todo mundo chama de baixa estação”, completa.

“Diante do crescimento do padrão de consumo da classe C, é importante que a gente coloque no horizonte dessas pessoas a perspectiva de viajar pelo estado”, afirma Weslen Moreira, diretor de Serviços Turísticos da Bahiatursa: “Nós queremos que esse público passe a conhecer a Bahia como um todo.

Não apenas os destinos já consolidados, como Praia do Forte, Porto Seguro, Morro de São Paulo. É importante que a gente apresente os outros olhares sobre esses outros produtos”.

O roteiro:

Logo após a rodada de negócios, que acontece no auditório do Hotel Belvedere, os participantes do famtour visitam a Chesf (Companhia Hidroelétrica do São Francisco), um dos maiores parques energéticos da América Latina, onde passa o famoso Rio São Francisco, mais conhecido como “Velho Chico”.

E conhecem o processo de geração de energia, subestações elevadas e uma das maiores cavernas do mundo.

Promissor destino turístico para os pesquisadores e amantes do cangaço, o famtour pelos cânions reserva também uma visita ao Museu Casa de Maria Bonita e à casa de Dona Generosa, onde aconteciam os famosos bailes perfumados atraindo os cangaceiros, inclusive Lampião.

Incluído também, entre os pontos turísticos, um passeio de catamarã pelo Parque Ecoturístico Rio do Sal, onde se descortinam as mais belas paisagens do cânion de Paulo Afonso. 

E pela trilha ecológica da Serra do Umbuzeiro, o ponto mais alto de Paulo Afonso, onde se encontram vegetação típica, a caatinga, e fenomenais formações rochosas, além de mais de cem sítios arqueológicos.

Fonte: Bahiatursa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário