terça-feira, 17 de junho de 2014

Lançamento da versão impressa de Guia de Cobras e Guia de Biodiversidade


              


Nesta sexta-feira (20/6), o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/ MCTI) vai lançar dois livros: o Guia de Cobras da Região de Manaus - Amazônia Central e o Guia de Biodiversidade e Monitoramento Ambiental Integrado, às 16h30, no Auditório da Ciência, localizado no Bosque da Ciência do Instituto

Os guias são publicações do Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBio) com financiamento do Centro de Estudos Integrados da Biodiversidade da Amazônia (Cenbam).

As publicações já possuem edição on line no site do PPBio. O Guia de Cobras teve sua edição disponibilizada na Internet em março e o Guia de Biodiversidade, em junho deste ano. Agora, serão lançadas as versões impressas para serem distribuídas gratuitamente em escolas, institutos de pesquisa, bibliotecas entre outros espaços. 



Foram impressos 1.000 exemplares de cada guia. Os livros podem ser adquiridos através de solicitação feita, via ofício, para o e-mail do Cenbam.

Os guias são fruto do trabalho de pesquisadores sobre a biodiversidade da Floresta Amazônica. Ambas as publicações são bilíngües (português e inglês) e contam com ilustrações e tabelas que ajudam o leitor a entender melhor o tema.

No caso do Guia de Cobras, a biodiversidade é focada para as cobras encontradas na região de Manaus, para ajudar a população a conhecer espécies de cobras como jiboias (Boa constrictor), jararacas (Bothrops atrox) e sucuris (Eunectes murinus). 


                  

Ele traz o registro de 65 espécies em detalhes fotográficos e textos que permitem a identificação e diferenciação entre as espécies.
A obra é de autoria do Rafael de Fraga (estudante de doutorado do Inpa), Ana Lúcia da Costa Prudente (pesquisadora do Museu Emilio Goeldi) e Albertina Pimentel Lima e William Magnusson, ambos dos pesquisadores do Inpa.

“Nossa proposta é que o guia sirva para as pessoas identificarem as cobras peçonhentas, conhecerem os hábitos delas, o modo de vida e a beleza desses animais”, disse Fraga.



Já o livro Biodiversidade e Monitoramento Integral da Amazônia tem como foco a coleta de dados em campo, situando-a em um contexto científico mais amplo e discutindo o próprio PPBio. A publicação é bem ilustrada e escrita em linguagem simples, embora acadêmica. 

A obra foi produzida com base na experiência de mais de uma década de implementação do sistema RAPELD na Amazônia brasileira.

O RAPELD é um sistema próprio adotado pelo programa que aborda a padronização especial, ponto crucial para responder a maior parte das questões levantadas pelos tomadores de decisão, permitindo a flexibilidade e a inovação.
A obra conta com a participação de 29 autores liderados pelo pesquisador do Inpa William Magnusson. Também são autores: Ricardo Braga Neto, Flávia Pezzini, Fabrício Baccaro, Helena Bergallo, Jerry Penha, Domingos Rodrigues, Luciano M. Verdade, Albertina Lima, Ana Luíza Albernaz, Jean-Marc Hero, Ben Alwson, Carolina Castilho, Débora Drucker, Elisabeth Franklin, Fernando Mendonça, Flávia Costa, Graciliano Galdino, Guy Castley, Jansen Zuanon, Julio do Vale, José Laurindo Campos dos Santos, Regina Luizão, Renato Cintra, Reinaldo I. Barbosa, Antonio Lisboa, Rodrigo V. Koblitz, Cátia Nunes da Cunha, Antonio R. Mendes Pontes Enviado por : Cimone Barros 

Nenhum comentário:

Postar um comentário