segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Uso da internet na escolha dos destinos cresce 68%

                                                                         


A tecnologia não só se tornou a principal ferramenta de busca de informações para o turista, como deve criar a possibilidade de personalizar o quarto antes de se hospedar, definindo a temperatura do ar condicionado, a decoração e até a pressão do chuveiro

A tecnologia é hoje a principal ferramenta na escolha de destinos turísticos. O uso da internet como fonte de informação cresceu 68,4% nos últimos seis anos, de acordo com o Ministério do Turismo, e se tornou o canal preferido por um terço da população brasileira. 

A rede está à frente da indicação de parentes e amigos, que historicamente ocupava a primeira posição, e que caiu 25,9% em igual período.

As informações sobre viagem estão, basicamente, nas redes sociais. Uma pesquisa realizada pela consultoria Sparkle detectou que o tema “viagem” é o tópico mais discutido no Facebook. 

Os dados mostram que 80% das pessoas afirmaram ter sido influenciadas por imagens apresentadas por amigos para realizar uma viagem e 42% acessam álbuns de fotos para conhecer mais sobre o destino.

Uma pesquisa encomendada pela Royal Caribbean International com dois mil turistas chegou a uma conclusão semelhante. Segundo o levantamento, a cada dia, uma família em viagem faz cerca de 200 atualizações em redes sociais por semana, influenciando um grande número de internautas.

Já o estudo “Viagens no Futuro 2024”, do site Skyscanner, aponta para a tendência de a internet criar a possibilidade de personalizar um quarto antes de chegar até ele, definindo a temperatura do ar condicionado, a decoração e a pressão do chuveiro.


A tecnologia vem para auxiliar também as agências de viagens. A expectativa é a de que soluções de realidade aumentada e realidade virtual, que unem fotos, vídeos, gráficos e informações manipuladas pelo computador, se transformem em ferramenta chave na hora de apresentar os destinos aos viajantes.

Fonte: MTur / Gustavo Henrique Braga

Nenhum comentário:

Postar um comentário