quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Estados Unidos, China e Canadá lideram a lista de países que exigem visto para turismo entre os brasileiros



Os motivos que fazem os brasileiros, mesmo com muitas opções de fronteiras abertas, dar preferência a esses países na hora de escolher o destino das férias e como deve ser feito corretamente a solicitação de visto.

A OMT (Organização Mundial de Turismo) listou os 50 países mais visitados por turistas em todo o mundo no ano de 2013. Claro, que os brasileiros contribuem muito com essa pesquisa, porque viajar é com a gente mesmo. 

O numero cai para 35 países quando destacamos os preferidos entre os brasileiros, dentre os quais seis exigem visto para turistas. Como já era de se esperar, os Estados Unidos encabeça a lista dos mais visitados.

Existem empresas especializadas em atender a demanda de pessoas que investem em planos para visitar países onde as fronteiras são fechadas e exigem o visto. 

O trabalho delas é assertivo e focado nos detalhes, por isso, a importância de contar com uma assessoria. Alexandre Luís Pedrosa, diretor da Infovistos fala sobre o trabalho que a empresa oferece para facilitar a vida de quem contrata. 

“O trabalho da Infovistos é muito mais do que diminuir a burocracia com preenchimento da papelada e agendamento de entrevistas, orientamos nossos clientes sobre como funciona cada etapa do processo, que documentos enviar e como fazer para minimizar os riscos de ter o visto negado, ou seja, é ideal para quem não tem segurança com o idioma e também para quem quer minimizar tempo”, relata Alexandre Luis Pedrosa, diretor da Infovistos, que está entre as cinco maiores empresas do país a realizar esse trabalho.

Mas, afinal, o que buscam os brasileiros que enfrentam a burocracia da solicitação de vistos em embaixadas e consulados quando há tantos outros lugares no mundo com fronteiras abertas?

Apertem os cintos e preparem-se para conhecer quais são e o que têm os três países que exigem visto e são os queridinhos entre os brasileiros viajantes.


- Estados Unidos:

Por que os brasileiros amam?

Entretenimento, cartões postais a cada roteiro e compras, muitas compras. Claro que os EUA são mais que isso, mas os brasileiros criaram uma empatia com algumas cidades que oferecem muito disso tudo, como Orlando, Nova York e Miami, por exemplo, que foram as cidades mais visitadas pelos brasileiros em 2013. 

E se a intenção é descobrir as cidades mais procuradas... Tcharamm! Las Vegas, Los Angeles, Lake Buena Vista, San Francisco e Fort Lauderdale, ficam em 5º, 9º, 10º, 13º e 17º colocação, respectivamente.

Os EUA oferecem desde sonhos mágicos na Walt Disney World em Orlando, na Flórida até um mergulho na capital multicultural do mundo que é New York City, por exemplo.

NY abriga vários estilos e idiomas em seus cinco distritos (Bronx, Brooklyn, Manhattan, Queens e Staten Island). Na Times Square estão os teatros da Brodway e o entretenimento pulsa naquelas calçadas e cruzamentos.

Um roteiro só em galerias e museus pode ser preenchido todos os dias em NY. É preciso disposição e bons cartões de memória para guardar todos os detalhes. 

No inverno, as opções são infinitas e vão desde fazer bonecos de neve no Central Park até patinar nas pistas de gelo badaladas como as Wollman Rink, Rockefeller Center e The Pond. 

Pode ter certeza que se estiver lá antes do Natal as decorações das vitrines e das ruas vão tirar seu medo de frio. É imperdível!

As dicas de compras são fáceis de conseguir, mas se quer fugir do óbvio, é possível fazer o tour da série Sexy and the City, acredita? Estar nas lojas, bares e as badalações, assim como as personagens da série, é um sucesso em NY.

O que falar de Las Vegas? Luz, jogos, festas, shows performáticos e muita diversão. Se viver 10 anos em 1 dia em Vegas e com direito a casamento local. 

Miami é destino certo para os brasileiros que querem conhecer um pouco da cultura dos americanos, mas encontrar referências da alegria e clima do Brasil.

Los Angeles é a fábrica de sonhos. Além dos estúdios mundialmente falados, lá estão: Walt Disney Concert Hall & Downtown, Beverly Hills, a Rodeo Drive, Farmers Market e The Grove, Hollywood e Venice Beach (melhor estar lá no verão).


- China :

Superpopulosa e histórica, a China é queridinha entre os brasileiros que buscam contratrastes extremos com a cultura brasileira. Um lugar onde o caos e a espiritualidade convivem em 9.596.960 km² de território povoado por mais de 1.350 bilhões de pessoas.

Os pontos turísticos mais visitados do país são a Muralha da China (campeã em visitações e um Patrimônio Mundial pela Unesco), a Cidade Proibida (que abriga tesouros imperiais e o Templo do Céu; a praça Praça Tian An Men; o Lago Kunming) e Xangai que é muito mais que cenário de filmes, a cidade mais populosa de todo o globo está se modernizando para atender também quem a visita em busca de compras, cultura, lazer... 

As principais atrações de Xangai são: Bund, Rio Huangpu, Xin Tian Di, Buda de Jade e Nanjing Road, considerado o paraíso das compras.

Xian é história, cultura e educação. Nessa cidade estão o Museu dos Guerreiros e Cavalos de Terracota, o Big Goose Pagoda lugares para visita obrigatória.

Guilin é natureza para ver e sentir com as paisagens espetaculares preservadas no sul da China. O Vale Jiuzhaigou, fica ao norte da província de Sichuan, e é mais um Patrimônio Mundial da Unesco, uma reserva de 72 mil hectares e ecossistema diverso que preserva espécies de animais em extinção, como o panda gigante, por exemplo.

Vá há Disneyland de Hong Kong para ver mais uma demonstração de multiculturalismo que a China abriga. Aliás, ser multi e maxi é cotidiano na Ilha de Hong Kong pela forma como eles criam pontos turísticos. 

Show de luzes nos prédios da Avenue of the Stars, um tributo a indústria chinesa de cinema, diariamente podem ser vistos.

Ver quase toda a cidade de cima? É possível no Victoria Peak, o passeio imperdível de Hong Kong. Em 25 minutos de teleférico se chega a Ilha de Lantau para ver o Buda gigante (Tian Tan Buddha ) no Monastério de Po Lin e conhecer as vilas e estilo de vida local. 



Anote mais dicas de passeios: Sai Kung (Mercado de frutos do mar ao ar livre); Lan Kwai Fong (bares e baladas); Dim Sum (é uma comida, os bolinhos mais famosos da China); Hong Kong Museum of Art (objetos, caligrafia, pinturas antigas); Hong Kong Museum of History (400 milhões de história da Ilha); Existem mais de 360 templos entre budistas e taoistas em toda Hong Kong; As praias Middle Bay, Repulse Bay, Shek O, Big Wave Bay, entre outras; Soho, Tsin Sha Tsui, Admiralty e Lantau são paraísos das compras e TAX FREE; Ocean Park Hong Kong, Victoria Park, Hong Kong Park e o Kowloon Park; Praça da Paz Celestial.



- Canadá : 

Pode-se dizer que está na moda e razões não faltam. De proporções continentais e repleto de belezas naturais bem peculiares, o Canadá tem um clima bem parecido com o do Brasil, apenas com as estações mais definidas. 

Em todas as estações do ano o país tem atrativos para milhares de brasileiros que lá passam suas férias todos os anos.

No Inverno, a agitação fica por conta das pistas de gelo e de todos os esportes e atividades de inverno espalhadas por cidades como Toronto e Vancouver, por exemplo.

Vancouver precisa de atenção especial, pois sobra o que ver e fazer por lá. Como exemplos, segue as sugestões: Capilano Suspension Bridge e seus 136 metros de comprimento e 70 metros de altura; Stanley Park que é 10% maior que o Central Park de NY; Vancouver Aquarium, um centro de pesquisas e preservação que recebe visitantes para apreciar uma das mais famosas atrações de Vancouver; Granville Island e seu mercado chamado Granville Island Public Market.

Niagara Falls (as Cataratas do Niágara) são lindas em qualquer estação do ano, pode apostar e ter a prova em um dos pontos de observação que oferecem passeios, além de outros serviços. 

Anualmente, cerca de 2 milhões de pessoas visitam a CN Tower, a torre de 553 metros de altura que proporciona a vista mais incrível de Toronto com a oportunidade de visitar e comer no 360, um restaurante super badalado de onde se tem essa vista.

Montreal tem cultura, praças, parques e muita diversão. Entre o Cassino Montreal e a Basilique Notre-Dame-de-Montreal existe uma diversidade de atrações que nem devem ser chamadas de turísticas devido a importância histórica que elas têm junto ao país. Outra província que merece dias de exploração.

A maior entre as dez províncias do Canadá é Québec. A cultura é franco canadense, então dá para treinar o francês e entender a influência da França, mesmo depois de perder esse território para a  Inglaterra em 1759. 

Os museus e as galerias de arte são lugares a visitar obrigatórios assim como o Château Frontenac, um símbolo de luxo. Muita coisa para fazer ao ar livre nos parques, em águas como as das Cataratas de Montmorency, no Jardim Botânico...

Como compras são sempre bem-vindas, Quartier Petit Champlain te espera com dezenas de butiques, cafés, bistrôs e ateliês de artistas.

Ontário é um lugar repleto de belezas naturais para serem observadas a qualquer estação do ano, por exemplo, a Wasaga Beach que é bem frequentada no verão e as Cataratas do Niágara que a visita é ótima em qualquer época do ano, mesmo no inverno intenso. 

Esportes de aventura, passeios de barco com rotas especiais saindo de Tobermory e indo até o Parque Nacional Marinho Fathom Five, a Península de Bruce com a gruta e a trilha que começa em Niágara Falls e termina no Condado de Bruce, isso e muito mais na província de Ontário que também reúne uma arquitetura admirável e enriquece qualquer passeio.

Os brasileiros sabem que viajar é tudo de bom. Talvez por isso invistam em planos para visitar países onde a burocracia é maior e até mesmo o visto pode ser negado. Antes de qualquer coisa ao, organizar uma viagem, é necessário estar atento aos detalhes da documentação e normas das embaixadas e consulados desses países.




Enviado por : Fabiana Meireles

Nenhum comentário:

Postar um comentário