segunda-feira, 13 de julho de 2015

Por que estudar na Austrália?


A Austrália chama a atenção pelas praias paradisíacas e pelo clima, características que fazem com que o brasileiro se sinta em casa. Porém, não é só por isso que a Austrália deve ser considerada por quem deseja estudar no exterior. Receptivo e com incentivos dados pelo governo australiano, o país tem o 3º maior número de estudantes internacionais do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e Reino Unido.

Os dados são do site governamental Study in Australia, que mostra ainda que o país investe mais de 200 milhões de dólares por ano em bolsas de estudo. "A Austrália facilita a ida do estudante, permitindo que ele conheça a diferença que o ensino australiano pode fazer nas futuras oportunidades de carreira", afirma o consultor imigratório MaCson Queiroz, da M.Quality , única agência brasileira de intercâmbio e imigração que possui licença validada pelo governo australiano. 


Visto:

Tirar o visto de estudante para a Austrália requer muitos documentos e o processo costuma ser rígido. Por isso, é imprescindível que o estudante procure a ajuda de uma agência especializada. Segundo o consultor imigratório, antes de pensar em investir no visto, é aconselhável que o estudante faça primeiro uma avaliação de elegibilidade do visto. 

"A M.Quality disponibiliza em seu site esse serviço gratuitamente. Em uma conversa franca e pessoal, avaliamos se o estudante está apto para esse tipo de visto."

Munido de informações e ciente de que está apto para tirar o visto, o estudante deve se matricular no curso escolhido, pois o comprovante de matrícula será pedido na hora de requerer o visto. 

Além dele, o solicitante deve fornecer passaporte assinado e válido, formulário 157A vigente, preenchido e assinado pelo requerente, comprovante de Cobertura de Saúde de Estudantes Estrangeiros e o pagamento da taxa. Todo esse processo é facilitado pela agência de imigração.

Para que o processo seja tranquilo e sem “dor de cabeça” para o solicitante, o ideal é garantir que o processo seja efetuado por quem tem experiência comprovada com os vistos australianos. "Fazemos o agendamento das entrevistas imigratórias no horário mais conveniente para o estudante, inclusive após as 20h e também aos domingos. Além disso, com a M.Quality é possível fazer essa entrevista online", acrescenta.

Cursos mais procurados:

A Austrália conta com mais de 22 mil cursos oferecidos em 1.100 instituições. Entre eles, os mais procurados são:

- Cursos de inglês: cursos que vão desde nível básico até o avançado, cursos preparatórios para exames de proficiência – IELTS, Cambridge e TOEFL, cursos de inglês para profissionais, preparatório para professores de idioma, cursos para propósito acadêmico. cursos de inglês para profissionais, preparatório para professores de idioma, cursos para propósito acadêmico.

- High School: equivale ao ensino médio e pode ter duração de um semestre ou um ano. As datas de início são similares às escolas brasileiras, com as aulas começando nos meses de fevereiro e julho.

- Cursos Técnicos: cursos em várias áreas de atuação, possuem duração entre 6 meses e 2 anos. Os inícios das aulas são nos meses de fevereiro e julho.

- Cursos Universitários: Graduação, Pós-graduação, Especialização, Mestrado e Doutorado. As aulas nas universidades australianas iniciam nos meses de fevereiro e julho.


Fonte: Caroll Almeida
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário