terça-feira, 25 de agosto de 2015

Aeroportos registram maior movimentação da série histórica

Movimentação no aeroporto de Congonhas (SP) cresceu 10,57% / Infraero

Os turistas brasileiros viajam cada vez mais de avião. Prova disso é que os aeroportos do país registraram um aumento de 3,36% na movimentação de passageiros de janeiro a junho, em comparação com o mesmo período do ano passado, conforme dados da Secretaria de Aviação Civil (SAC). 

Ao todo, foram 107,7 milhões de embarques e desembarques, o melhor resultado da série histórica. A aviação regional foi destaque, com crescimento de 4,06% no semestre.

Levantamento feito pelo Ministério do Turismo mostra que o avião é o meio de transporte preferido dos brasileiros. Entre as pessoas que pretendem viajar nos próximos seis meses, 57% o farão de avião. 

Em segundo lugar está o carro particular, escolhido por 24% dos entrevistados, seguido pelo ônibus, opção de 10% dos viajantes.

Entre os aeroportos internacionais concedidos à iniciativa privada, Viracopos registrou o maior aumento (8,83%), seguido por Brasília (7,07%) e Confins (5,46%). 

O Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, o Galeão, praticamente permaneceu estável, com aumento de 0,05%, no semestre; e Guarulhos, o maior do país em movimentação de passageiros, teve queda de 1% no período.

Entre os terminais administrados pela Infraero, o aeroporto de Congonhas (SP), aumentou a movimentação em 10,57% na comparação com o primeiro semestre do ano passado. 

O valor representa 900 mil passageiros a mais na operação do terminal. Com isso, o aeródromo da capital paulista foi o segundo mais movimentado entre janeiro e junho.

Entre os quatro aeroportos contemplados na segunda rodada do Programa de Investimento em Logística (PIL), Florianópolis (SC) obteve o melhor resultado, com 3,21% de incremento, seguido por Porto Alegre (2,46%), Salvador (2,07%) e Fortaleza (0,70%). Juntos eles são responsáveis por movimentar mais de 13 milhões de passageiros, somente no primeiro semestre do ano.


Fonte: Secretaria de Aviação Civil

Nenhum comentário:

Postar um comentário