quarta-feira, 16 de setembro de 2015

No Dia da Preservação da Camada de Ozônio, confira destinos ideais para passear de bike


Nesta quarta-feira (16 de setembro) é o Dia Internacional da Preservação da Camada de Ozônio. Para comemorar a data, nada melhor do que apoiar medidas e atitudes que visam à redução dos gases poluentes prejudiciais à saúde mundial. Uma ótima prática é o apoio ao transporte sustentável, com a redução dos gases emitidos pelos carros movidos a combustíveis como gasolina. 

Pensando nisso, o AlugueTemporada, representante brasileiro do grupo HomeAway, montou uma lista de 10 destinos ideais para alugar uma casa e aproveitar o local com passeios de bicicleta, sem a necessidade de se locomover de carro no interior da cidade. As bikes têm consumo zero de combustível, são econômicas, não poluem e proporcionam saúde e bem-estar psicológico aos usuários. Arrume as malas e vá pedalar.

- Rio de Janeiro (RJ):
A Cidade Maravilhosa tem uma malha cicloviária de quase 400 km. Se aventurar pelas ciclovias mais tradicionais do Rio é um passeio imperdível. O ideal é alugar um dos 3 mil imóveis disponíveis na cidade e pedalar pela Zona Sul, conhecendo as praias e pontos turísticos tradicionais como Pão de Açúcar, Cristo Redentor e Jardim Botânico. Domingo e feriados é ainda melhor, pois a orla das praias de Copacabana, Ipanema e Leblon ficam fechadas para carros. O serviço Bike Rio oferece diversos postos para alugar uma “magrela”.


As “laranjinhas” do sistema Bike Rio são moda na capital / Marcelo Carvalho

Curitiba (PR):
Curitiba é apontada como uma das melhores capitais brasileiras para quem pretende dar umas voltas de bicicleta. A cidade tem 136 km de ciclovias. Ao redor da capital há alguns postos para aluguel de bicicletas e quase 40 opções de casas ou apartamentos a serem locados. A agência Kuritbike ajuda turistas que pretendem conhecer a cidade de bicicleta. São nove roteiros disponíveis, entre eles o de gastronomia, aventura, fotografia, parques e arte.


Curitiba tem passeios turísticos realizados somente de bike / Kuritbike

- Gramado (RS):
Para aqueles que gostam de uma pedalada mais light, Gramado é um destino bacana para conhecer pedalando. A linda cidade colonial tem passeios turísticos guiados para serem realizados de bicicleta, mas também é possível localizar espaços para aluguel de bicicletas e se aventurar individualmente pela cidade mais charmosa do Sul, que reúne mais de 300 imóveis para alugar.

Gramado é uma cidade tranquila para passear de bike 

- Buenos Aires (ARG):
A capital argentina se tornou um local interessante para conhecer em duas rodas. Nos últimos três anos, mais de 140 km de infraestrutura cicloviária foram criados juntamente com um programa de compartilhamento de bicicletas. A cidade é conhecida mundialmente por suas belezas turísticas que agora podem ser melhor apreciadas pedalando. Para quem quer tarifas de hospedagem vantajosas, alugar um dos 720 imóveis da cidade é a melhor opção.



“É melhor de bicicleta”, diz anúncio em Buenos Aires / Governo da Argentina

- Würzburg (ALE):
Würzburg, na Baviera, fica a quase seis horas de trem de Berlim e é a primeira cidade da famosa “Rota Romântica” da Alemanha. Os passeios de bicicleta são os mais agradáveis por lá, com muitas ciclovias ao redor. Para quem tem disposição, também é possível pedalar até as cidades vizinhas, pela Rota Romântica. O mais atrativo, porém, é um caminho cercado por parreiras de uva que leva o ciclista até o castelo Marienberg, um lindo palácio do século XVII. Para se deliciar com a cidade do norte do estado da Baviera, há 22 opções de casas ou apartamentos para turistas alugarem.



Würzburg é a primeira cidade da rota romântica alemã / Flickr de Würzburg

- Amsterdã (HOL):
Com ruas completamente adaptadas para ciclistas, Amsterdã tem sinais exclusivos para bicicletas, ciclovias, corredores compartilhados, postos para alugar bikes e até guardas exclusivos para este meio de transporte. Mais de 50% dos moradores da capital holandesa preferem pedalar no dia a dia. O grupo HomeAway reúne mais de 1.700 imóveis na capital.



Em Amsterdã, as bikes predominam 

- Copenhague (DIN):
Assim como Amsterdã, Copenhague é mais um belo exemplo europeu de cidade adaptada para ciclistas. Mas a cidade da Dinamarca vai além: o GoBike, sistema de bicicletas públicas, oferece bikes elétricas e com tablets embutidos que funcionam como computador de bordo. É o meio de transporte de boa parte da população e quem pretende pedalar por lá não vai encontrar dificuldade. Acredite se quiser: o transporte sustentável é tão disseminado que a cidade estuda a proposta de usar o tempo de viagem pedalando como base para os semáforos e estimativas de fluxo - atualmente as projeções são feitas com os tempos de viagem de carro. O AlugueTemporada tem quase 80 casas ou apartamentos em Copenhague.



Bicicletas públicas de Copenhague têm tablets embutidos 

- Paris (FRA):
São mais de 730 km de vias para ciclistas divididas entre ciclovias exclusivas e divididas com o fluxo de carros, onde a velocidade é limitada para garantir a segurança do ciclista. O sistema de bicicletas compartilhadas de Paris é reconhecidamente um dos melhores do mundo e possui cerca de 1.600 estações e quase 20.000 bicicletas espalhadas pelo centro e na periferia da cidade. Em aluguel de imóveis, Paris é um paraíso, com mais de 4 mil alternativas para os turistas.



Paris tem 1.600 estações em seu sistema de compartilhamento de bikes / Vélib
- Bordeaux (FRA):
Bordeaux é uma cidade plana e possui uma excelente rede de ciclovias. Além de poder pedalar pelo interior da linda cidade, turistas também podem se aventurar pelos 64 quilômetros da ciclovia Roger Lapébie, que liga Bordeaux a Sauveterre de Guyenne e oferece um passeio por bosques adoráveis e vinhedos da sub-região de Entre Deux Mers. Esta ciclovia foi construída a partir de uma antiga ferrovia e algumas velhas estações de trem são agora locadoras de bicicletas. A cidade também tem mais de 500 opções para aluguel de imóveis na HomeAway.

Bordeaux é uma cidade acessível para ciclistas 

- Dublin (IRL):
A capital irlandesa tem um dos programas públicos de aluguel de bicicletas mais bem sucedidos na Europa. A cidade também oferece 130 imóveis para locação no AlugueTemporada. O sistema Dublin Bikes cobre principalmente o centro da cidade e permite alugueis de curta duração para turistas. Outro benefício é que a cidade não tem muitas ladeiras, facilitando a vida de quem pedala.

Bicicletas são muito utilizadas em Dublin / Dublinbikes.ie



Fonte: João Victor

Nenhum comentário:

Postar um comentário