quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Você já pensou em mudar completamente a sua vida?


Oportunidades são geradas constantemente na vida. Chances de construir uma família, viajar para um novo lugar ou até mesmo mudar de profissão. Algumas pessoas são capazes de se transformar totalmente e é por causa dessas alterações que esses indivíduos conseguem ser felizes.

Amanda Costa é um exemplo dessas pessoas que foram mudando e acabaram encontrando a felicidade plena. Ao lado de sua família humilde, a jovem sempre estabeleceu metas e por isso foi tão persistente e dedicada em tudo que realizou na vida. 

”Tive a sorte de ter uma família unida, amorosa e muito, muito preocupada com meu futuro. Cresci ouvindo o mantra para ter dinheiro, é indispensável fazer Direito e prestar concurso público’. Estudei muito, ganhei bolsa de estudos no colégio que frequentava, era a melhor aluna. Então saber que meus pais ficavam felizes e tranquilos comigo me motivava ainda mais”, conta.

Seis meses depois de ter se tornado uma advogada, Amanda até passou em um concurso público, o que concluiu a meta de vez, mas isso não foi suficiente para deixá-la satisfeita com o caminho profissional que tomou. 

“Comecei a trabalhar, mas vi que meu perfil era muito diferente do perfil das pessoas satisfeitas com aquele emprego. O emprego não era ruim, mas ele não era pra mim. Fui ficando cada vez mais triste e desanimada. Até que descobri um curso de fotografia, que comecei nos finais de semana e me encantava, por isso decidi começar a trabalhar como fotógrafa”, diz.

Só que a fotografia profissional também não era algo fácil e por isso atrelou as duas coisas. “Por uns três anos, minha rotina era a seguinte: quanto mais eu fotografava, mais frustrada eu ficava com o emprego. E quanto mais frustrada com o emprego, mais eu fotografava para aplacar a frustração. Eu me arrastava para o trabalho, eu executava tudo com lentidão e com muito menos afinco do que eu gostaria. Comecei a me sentir culpada por não trabalhar direito e comecei a pensar em pedir demissão”, relata ela.

Porém, ao mesmo tempo que sofria no aspecto profissional, ela conquistou a estabilidade de uma família. Casou, comprou um apartamento e engravidou. E, após o nascimento de seu filho Ricardo, ela tomou uma das principais decisões de sua vida. 

”Eu não conseguia mais me enxergar advogada, longe do meu filho. Em um 13 de outubro, eu tomei a decisão mais fantástica da minha vida: eu escrevi minha carta de demissão e apresentei ao RH da minha empresa”.

Segundo Amanda, foi momento mais libertador que ela poderia viver. “A decisão foi muito difícil, mas cheguei a um limite onde ela era inevitável para mim. Era isso ou desistir do que eu amava fazer, para o bem da minha saúde. Passei pelos riscos e as dificuldades de mudar totalmente meu trabalho e foi assim que tive uma satisfação máxima”.

Empreendedora há cinco anos, “Essa vida que eu construí e quero continuar desenhando pra mim: uma vida onde as realizações vencem todos os desafios. Vivemos um mundo onde deixamos de lado o bem-estar e isso, no final das contas, faz muito mal. Isso que eu quero ensinar para meu filho e retratar no blog A Menina da Foto para as pessoas”, conclui ela.


Fonte: Veronica Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário