segunda-feira, 20 de junho de 2016

Festival de Turismo das Cataratas tem sua melhor edição



A 11ª edição do Festival Internacional de Turismo das Cataratas, em Foz do Iguaçu, foi um sucesso e superou todos os recordes de participantes, com maior público, número de estandes e expositores. “Foi uma demonstração inequívoca da força do Destino Iguaçu para superação da crise pela qual passa a economia brasileira”, avaliou Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social de Itaipu e vice-presidente do Fundo Iguaçu. A Itaipu é patrocinadora máster do evento.

O festival terminou às 22h da sexta-feira (17/06), reunindo mais de 7 mil pessoas no Rafain Palace Hotel & Convention Center, onde ocorreu desde quarta-feira (15/06). Até então, o maior movimento havia sido registrado em 2015, quando o festival recebeu 6.295 pessoas.

                           

O crescimento é expresso também pelo número de estandes – 207, 18% a mais que no ano passado. Criado há dez anos, o festival chegou a 3.200 participantes em 2009. Em 2010, eram 264 expositores, diante de 1.110 expositores neste ano. Para o superintendente da Itaipu, os resultados desta edição são mais uma prova do potencial da região como destino de lazer, eventos, ecoaventura e compras, a partir de uma boa gestão integrada de turismo. 


“Demos uma resposta contundente aos pessimistas de plantão que acreditam que o Brasil e o mundo estão em crise. Somos um exemplo de superação e mostramos aos participantes que aqui no Destino Iguaçu é proibido falar em crise”, completou Piolla. Em 2017, declarado pela Organização das Nações Unidas (ONU) o “Ano do Turismo Sustentável”, o Festival Internacional de Turismo das Cataratas será entre os dias 21 e 23 de junho.


- Superação:

Nesta edição, eram esperadas 6 mil pessoas, mas a projeção mudou logo no primeiro dia. “Na quarta-feira (15/06), alguns expositores ficaram sem material, de tanta gente atendida”, disse Paulo Angeli, coordenador geral do festival. O público diverso foi formado por gente de todo o Brasil e exterior, entre eles mais de mil estudantes. Ao todo, foram mais de 50 caravanas, vindas de 60 cidades do Brasil, Uruguai, Paraguai e Argentina.


A presença do presidente da Embratur, José Antônio Parente, durante toda a programação, mostra o peso do evento. Parente se comprometeu a dar "grande divulgação" ao Destino Iguaçu durante a Olimpíada e Paraolimpíada Rio 2016, por meio de parceria com a Itaipu. "O case Iguaçu é um sucesso. Quiséramos nós que todo o Brasil fosse como o Destino Iguaçu", afirmou o presidente. No período dos jogos, Foz terá um espaço especial na Casa Brasil, a vitrine brasileira da Embratur para o turismo do País. A Casa Brasil deve receber 100 mil pessoas por dia.

Segundo Gilmar Piolla, o presidente da Embratur não foi o único a registrar uma boa impressão do evento e do Destino Iguaçu. “O público saiu impressionando com a mensagem positiva que passamos”. E completou: “mostramos aos convidados, parceiros e ao público do Festival de Turismo que estamos preparados para crescer, mesmo nas adversidades. Somos um destino turístico único, diferenciado”.
                         

Nascido para promover o Destino Iguaçu, o festival ganhou nova dimensão, servindo como uma vitrine para o turismo do próprio Brasil. “A atração de estrangeiros, como os de origem uruguaia, argentina e paraguaia, despertaram o interesse da Embratur, que olhou com carinho para o festival”, afirmou Paulo Angeli.

Durante o fim de semana, a organização fará o balanço financeiro das rodadas de negócios e volume de investimentos gerados nestes três dias. “Sabemos que os expositores estão muito satisfeitos”, concluiu Angeli.

- Mais diversificado:

Cada vez mais plural, o Festival abriu as portas para a comunidade conhecer a Feira de Turismo e Negócios nesta sexta-feira (17). Desde as 18h, a entrada foi liberada para quem não estava cadastrado nas atividades.

De quarta a sexta-feira, foram mais de 30 atividades paralelas. Entre elas, o 1º Salão Brasileiro de Turismo Termal & Spa, em conjunto com o VI Thermal Meeting OMTh/ALATh Latin America 2016.


A diversidade de atrações ajuda a impulsionar o evento, com várias frentes, desde a formação de profissionais no fórum técnico-científico. O 10º Fórum Internacional de Turismo Iguassu teve 199 trabalhos aprovados. 
Focado na discussão sobre megaeventos, a iniciativa reuniu pesquisadores de todo o Brasil no Rafain e também no campus da Unioeste, em Foz. “Tivemos aqui representantes de cursos de todas as faculdades de turismo e de hotelaria do País”, afirmou Angeli.

A programação teve, ainda, o Hackatour Cataratas, Salão de Turismo de Compras, Salão de Vinhos Argentinos, Salão Adventure Cataratas, Salão E-Marketing Cataratas, Expo Hotel Cataratas, Salão de Turismo Cultural e Espiritualidade, Salão Mice Cataratas e uma Mostra Regional de Produtos Sustentáveis.

Mas a preocupação com a sustentabilidade não ocorre apenas no incentivo ao produtor, que ganha espaço na feira. Há cinco edições, o Festival de Turismo Cataratas promove compensação de carbono, com plantio de mudas para equilíbrio do impacto ambiental. Serão plantadas entre 700 e 800 mudas no Corredor da Biodiversidade Santa Maria, que liga o Parque Nacional do Iguaçu à faixa de reserva florestal da Itaipu Binacional.

O Festival Internacional de Turismo das Cataratas tem o apoio da Fecomércio, Sebrae, Ministério do Turismo, governo do Estado e Prefeitura de Foz do Iguaçu.

Fonte: Itaipu Binacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário