segunda-feira, 18 de julho de 2016

Iniciativa visa a divulgação voluntária de informações climáticas para todas as partes interessadas no mercado financeiro.


O CDP (Carbon Disclosure Project), organização internacional que provê um sistema global único de reporte de impactos ambientais, por meio do seu projeto especial Climate Disclosure Standards Board (CDSB) foi designado a conduzir o trabalho de engajamento da Task Force on Climate-related Financial Disclosure (TCFD) em âmbito global.

A TCFD é uma iniciativa voltada para o mercado que tem como objetivo estimular a divulgação voluntária de riscos financeiros relacionados com o clima para uso de empresas na prestação de informações aos investidores, credores, seguradoras e outras partes interessadas. 

O CDP atua como secretariado do CDSB, que fornece uma estrutura para ajudar as empresas a reportarem os dados climáticos e outras informações ambientais, que são valiosas para os investidores, nos relatórios financeiros tradicionais. Além disso, a organização escalou Jane Stevensen, na posição de CDP’s Engagement Director for the FSB’s Taskforce on Climate-Related Financial Disclosures, para liderar o trabalho de apoio a Força-Tarefa.

No final de março, a TCFD divulgou o relatório Fase I, que estabelece o panorama atual de transparência e define o escopo e os objetivos da segunda fase. O framework do CDSB formou uma parte essencial dos materiais iniciais fornecidos à iniciativa e é referenciado especificamente neste relatório. Os sete princípios de divulgação eficaz do relatório da TCFD ecoam os sete princípios orientadores estabelecidos no framework do projeto.

"Estamos animados com o escopo do trabalho que a TCFD descreve em seu relatório inicial e com a abordagem que ela propõe. Nos últimos 15 anos, o CDP esteve comprometido com a divulgação das melhores práticas climáticas. Nossa experiência nos permite apoiar e ajudar essa Força-Tarefa a incentivar a divulgação climática escala em todos os países do G20", diz Juliana Lopes, diretora do CDP para a América Latina.

"Nós vemos a TCFD como uma oportunidade sem precedentes para sintetizar a experiência e o conhecimento de reportar e divulgar as informações sobre mudanças climáticas que coletamos ao longo da última década, e trazê-las para o mainstream”, diz Jane Stevensen, Director Engagement Task Force.

O CDP e o CDSB têm impulsionado os relatórios ambientais ao longo dos últimos 15 anos, atingindo mais de 5.600 empresas que reportam suas informações, em 91 países, cobrindo mais da metade do valor de mercado de todo o mundo. Houve um aumento de 20 vezes mais investidores que procuram esses dados através do CDP, com 827 investidores que representam US$ 100 trilhões em ativos solicitando a o reporte em 2016.


- Sobre o CDP:

O CDP é uma organização internacional sem fins lucrativos que provê um sistema global único para que as empresas e cidades meçam, divulguem, gerenciem e compartilhem informações vitais sobre o meio ambiente. 

O CDP trabalha com as forças do mercado, incluindo 767 investidores institucionais, para motivar as companhias e as cidades a divulgarem seus impactos no meio ambiente, assim como suas ações para reduzi-los. 

Atualmente, o CDP possui o maior volume de informações sobre mudanças climáticas e água do planeta e procura colocar estes insights na pauta das decisões estratégicas, dos investidores e das decisões políticas.

Fonte: Sandro Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário