terça-feira, 12 de julho de 2016

Meteorologia: mitos e verdades


A meteorologia sempre esteve presente na sociedade, seja em ambientes com instrução ou não. Essa ciência sempre foi muito mistificada e, por isso, ao longo dos anos, surgiram muitos mitos e verdades, envolvendo fenômenos meteorológicos. Vamos analisar alguns interessantes:

Olho do furacão é a pior parte dele? 
- MITO! Em meio às intensas chuvas e ventos, o olho do furacão é uma região de intensa calmaria, praticamente sem nuvens e ventos bastante brandos. Ao redor do olho existem diversas nuvens de chuva, raios e ventos com mais de 300km/h. Se as pessoas pudessem “estar” no olho de um furação, poderiam desfrutar do brilho do Sol e apreciar temperaturas mais elevadas!

Noite clara, geada ao amanhecer?
- VERDADE! Isso ocorre porque à noite a superfície da terra esfria, devido à ausência do Sol, e perde o calor para o espaço. Se tivesse nuvens, elas funcionariam como uma estufa. Assim, se em uma determinada região à noite, o céu estiver limpo, o vento fraco e soprar um vento úmido, é certeza ocorrer geada ou nevoeiro!

Insetos alvoroçados , sinal de chuva?
- MITO! Moscas, por exemplo, vivem curtos períodos de tempo, sendo as mais novas bem mais agitadas que as velhas. Um agrupamento de moscas jovens pode significar uma chuva que se aproxima, mas, na verdade, elas estão apenas buscando acasalamento. Assim, a agitação, normalmente, está associada ao período de vida de cada espécie ou animal.

Um raio nunca cai duas vezes no mesmo lugar !
- MITO! A queda de um raio está associada ao terreno, intensidade da nuvem e sua distribuição de cargas positivas e negativas. Assim, se uma nuvem de chuva intensa passar por cima da árvore de um quintal duas vezes, há grande chance de ela ser atingida as duas vezes. E atenção! Evite ficar em baixo de árvores e locais com descampados no meio de uma chuva com raios!

Gado deitado no pásto pode ser sinal de chuva?
- VERDADE! Assim como os pássaros, o gado parece ser sensível às mudanças de pressão. A queda na pressão parece causar desconforto em animais, fazendo com que os pássaros, por exemplo, voem em baixas altitudes e migrem para outras regiões onde a pressão atmosférica é maior. O gado também sente essa queda na pressão e procura deitar em lugares abrigados da chuva que pode estar por vir!


Fonte: Squitter Soluções em Monitoramento Ambiental / Renata Jordão

Nenhum comentário:

Postar um comentário