sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Destinos para curtir o início da temporada de neve na França


Quando os primeiros sinais de neve são avistados na França, os hotéis nas montanhas se colocam como a melhor opção para quem deseja uma experiência de inverno autêntica. Enquanto os declives cobertos de gelo garantem diversão plena para os amantes dos esportes de neve, hotéis cheios de personalidade oferecem experiências de lazer e gastronomia que prometem surpreender até os viajantes mais exigentes.

Megève, nos Alpes, é um dos mais charmosos destinos de inverno do país francês. Com um patrimônio arquitetônico secular, a cidade mantém suas raízes, refletidas nas carruagens puxadas por cavalos, nas ruas de paralelepípedo, nas construções e igrejas. Considerada uma aldeia de montanha chique, a comuna abriga dois hotéis sofisticados e que atendem viajantes com propostas bem distintas.


O Les Fermes de Marie é um cinco estrelas que reproduz as habitações tradicionais de Megève em um ambiente confortável e genuíno, conceito que permite aos hóspedes desfrutarem de uma vida de montanha tal como os moradores da região. Dispostos como as fazendas instaladas ali, os nove chalés interligados se espalham por uma área de quatro acres. O material usado na construção do Les Fermes de Marie é o mesmo das antigas construções que ocupavam o terreno.


A singularidade dos 70 quartos e suítes do hotel é tão marcante quanto seu serviço personalizado e atencioso. Para as famílias, a conveniência de recreação infantil. Para os amantes da cozinha, aulas com o chef Lionel Arnoux e table d´hôte em uma cabana no alto das montanhas. E para quem busca relaxamento, o primeiro Spa Pure Altitude, com uma piscina e 17 cabines de tratamento.

Merece destaque o restaurante Traditionnel, recomendado pelo Guia Michelin e Bottin Gourmand, que oferece uma gastronomia elegante baseada no uso de ingredientes locais: desde a pesca do dia até as ervas aromáticas. Outro sugerido pelo tradicional Guia Michelin é o Alpin, que resgata as receitas da região, como fondue e raclette, em um menu desenvolvido pelo chef Frédéric Royer, mestre queijeiro da Fromagerie Boujon. E, durante o inverno, no La Salle à Manger a trufa é a grande estrela. Conhecida como diamante negro, a iguaria é servida até na sobremesa, com polenta doce e compota de marmelo.


No coração de Megève, o hotel Lodge Park fica a poucos metros do acesso aos meios de elevação da área de esqui, da praça da comuna e do cassino local. A mistura entre o rústico e o sofisticado fica latente neste quatro estrelas, sobretudo em sua decoração, que combina chifres de gazela com mesas de sequóias e tecidos de lã com estampas da savana africana. O hotel possui 49 quartos e suítes, que variam de 25 a 75 metros quadrados, além do premiado restaurante Beef Lodge, adega, bar com lareira e o spa Pure Altitude.

Em Val Thorens, coração da maior área de esqui do mundo, a uma altitude de 2300 metros, o Altapura é ideal para os aficionados por esportes de neve. O luxuoso boutique-design hotel da rede Sibuet ostenta uma atmosfera nórdica, refletida no uso de madeiras e pedras nobres, enquanto foca em atender com excelência os entusiastas da neve.


Além da impressionante loja de esqui by Goitschel dentro do hotel, o Altapura possui uma sala de esqui com acesso direto para as pistas, profissionais à disposição para esclarecer dúvidas sobre as descidas e dicas diárias de um treinador de esportes no Mini Mac do quarto. O spa Pure Altitude também oferece pacotes de tratamentos especialmente dedicados aos esportistas.


Em relação à gastronomia, os três restaurantes do hotel – 2Mille3, La Laiterie e Les Enfants Terribles - Val Thorens – são recomendados pelo Guia Michelin. Enquanto o primeiro oferece lanches rápidos para esquiadores apressados, o segundo harmoniza os sabores montanhosos de fondue e vinho. O Les Enfants Terribles, por fim, apresenta um menu sofisticado, que inclui foie gras caseiro de pato e gratin crozet com queijo Beaufort, por exemplo.


Fonte: Daniel Ramirez

Nenhum comentário:

Postar um comentário