segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Rede de Especialistas em Conservação da Natureza é apresentada durante Congresso Mundial de Conservação


A Rede de Especialistas em Conservação da Natureza foi apresentada no Congresso Mundial de Conservação 2016, no dia 4 de setembro, no Havaí (EUA). O evento, realizado a cada quatro anos pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, em inglês), acontece de 1 a 10 de setembro e conta com de cerca de seis mil participantes. É a maior e mais importante reunião mundial de representantes e formadores de políticas ambientais desde a assinatura do Acordo de Paris – que prevê metas para que os países reduzam as suas emissões de gases de efeito estufa.

A Rede de Especialistas e outras iniciativas da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, como a Conexão Estação Natureza e o Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, foram apresentadas durante o workshop “Estratégias Inovadoras em Comunicação – Impactando a Sociedade Por Meio de Uso Eficiente de Mídias”, como exemplos de ações que estimulam o debate e aproximam o assunto da conservação da população brasileira. Além da Fundação, três outras instituições participam desse workshop como co-organizadores: Conservation Council for Hawai'i (EUA), Fiji Environment (Fiji) e National Geographic Society (EUA).

Formada por 57 profissionais de referência nacional e internacional, a Rede de Especialistas em Conservação da Natureza foi constituída em 2014, por iniciativa da Fundação Grupo Boticário. Seu objetivo é estimular a divulgação na mídia de posicionamentos em defesa da conservação da natureza brasileira.


Comunicar para transformar:

O tema do congresso deste ano, “O planeta está em uma encruzilhada”, foi escolhido para alertar a população mundial de que o tempo não está a nosso favor. Porém, um dos grandes desafios das organizações que trabalham com meio ambiente é justamente conseguir levar essa mensagem às pessoas comuns, segundo a diretoria executiva da Fundação Grupo Boticário, Malu Nunes, que representará a instituição no Congresso Mundial de Conservação.

“No workshop de comunicação, discutimos com participantes de diferentes países exemplos de ferramentas que têm se mostrado eficazes para sensibilizar as pessoas em prol da causa da conservação da natureza”, afirma. Para ela, o desafio das organizações ambientais no Brasil e no mundo é comunicar de modo a fazer com que as pessoas percebam a conexão entre a proteção da natureza e a vida das delas. “Isso é fundamental para que os cidadãos reconheçam a importância da natureza e se engajem na causa da conservação”, conclui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário