sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Fundos Cambiais são alternativa para o planejamento de viagens ao exterior


Em um ano no qual a cautela continuará prevalecendo no planejamento financeiro, os fundos cambiais podem ser uma boa alternativa para quem pretende ter recursos para uma viagem ao exterior por meio de um investimento seguro e rentável. Com essa ferramenta, o investidor pode realizar uma reserva em dólares periódica e resgatar os recursos no momento desejado para efetuar os pagamentos em moeda estrangeira. 

Uma das grandes vantagens do fundo sobre as operações de compra de moedas de outros países está nas taxas, além da segurança de não precisar transitar com recursos em espécie. Com essa opção, o investidor não tem a cobrança do “spread” exigido pelas casas de câmbio, ou seja, ele não paga pela diferença entre a taxa de compra e a taxa de venda da moeda. Após escolher uma instituição que conte com esse produto, o investidor pode direcionar os recursos diretamente do seu banco para o fundo.

Antes de investir, é preciso ter atenção à taxa de administração oferecida. Quanto menor ela for, mais vantajosa será a operação. É importante também verificar se as regras de aplicações inicial e adicionais mínimas são adequadas para o planejamento financeiro desejado. Também é muito importante ter atenção à variação do dólar americano. Se houver uma oscilação negativa da cotação da moeda, haverá redução do capital investido inicialmente.

Também é muito importante saber quais são os investimentos realizados pelo fundo para atingir o objetivo desejado. A MAPFRE conta com o MAPFRE Fundo de Investimentos Cambial, em uma carteira composta inteiramente por títulos públicos federais pós-fixados e operações de compra de dólar no mercado futuro. 


“Dessa maneira, este fundo não terá nenhum outro fator de risco (de crédito, renda variável, risco de taxa de juros) que não seja a variação da moeda americana”, afirma Eliseo Viciana, vice-presidente da MAPFRE Investimentos. O aporte inicial mínimo para o produto é de R$ 10 mil, com aplicações adicionais mínimas de R$ 1 mil. A taxa de administração anual é de 0,17%, considerada uma das mais atrativas do mercado.


Fonte: Henrique Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário