quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Aprenda a ser o líder de sua própria vida


É cada vez mais comum no atual cenário social o estímulo pela liderança, principalmente em meios como o ambiente de trabalho ou familiar. Pouco tem sido falado, porém, sobre a importância da liderança pessoal para a conquista do sucesso em qualquer objetivo ao qual a pessoa se proponha. 

Para que o indivíduo seja capaz de liderar outras pessoas é necessário, primeiramente, que o mesmo desenvolva a habilidade de liderar a si mesmo, como explica a psicanalista e coach de desenvolvimento humano, Andreia Rego.

Segundo a especialista, ser líder de si mesmo é um dos princípios da excelência pessoal. “Apenas o indivíduo que se conhece verdadeiramente e tem plena liderança de si mesmo, apresenta capacidade de dar o seu melhor em qualquer situação, caminhando com integridade e determinação rumo aos seus objetivos”, diz.

De acordo com a psicanalista, a pessoa que não desenvolveu a liderança pessoal passa a ter sua vida guiada pelos outros. “Sua vida e sua visão de si próprio passa a ser de acordo com o que os outros definem. Além disso, o indivíduo sente-se inapto a decidir ou analisar coisas sem consultar a opinião de outras pessoas, pois o mesmo é incapaz de tomar as rédeas da própria vida. 

Algumas pessoas têm o hábito de considerar o ponto de vista de pessoas com quem se importa. Entretanto, isso passa a ser um problema a partir do momento em que o indivíduo passa a depender delas, sentindo-se incapaz de opinar em discussões grupais ou até mesmo em tomar decisões que dizem respeito à sua próprio curso de vida”, afirma.

Andreia Rego explica que a falta de liderança própria afeta diretamente no desempenho do indivíduo em qualquer atividade a que o mesmo se proponha. “A indecisão e o receio que a pessoa insegura tem enfraquecem qualquer esforço que a mesma faça em direção à excelência. O desempenho excelente depende da autoconfiança e da segurança de que a pessoa está fazendo o seu melhor naquele momento. Por outro lado, a pessoa insegura não tem essa confiança e precisa constantemente da aprovação e direcionamento dos outros para que se sinta capaz de fazer qualquer coisa”, ressalta.

De acordo com a especialista, é impossível que um indivíduo seja um bom líder em seu ambiente de trabalho se o mesmo não for um bom líder de si mesmo. “É da liderança pessoal que surge a liderança interpessoal. Muitas pessoas que estão em posições de autoridade em seus empregos são apenas chefes, não líderes. São pessoas inseguras, que não têm a liderança de si mesmas, e acabam intimidando seus subordinados, com autoritarismo e prepotência. 

O verdadeiro líder não precisa agir assim, pois é respeitado naturalmente por sua postura e seu comprometimento. As pessoas que possuem liderança pessoal e interpessoal, quando colocadas em posição de liderança, procuram extrair o melhor dos membros de sua equipe, assim como fazem consigo mesmas”, conclui.

Autoria : Serviço: Andreia Rego -psicanalista e Coach de Desenvolvimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário