terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Cultura e história indígena em Pucón, no Chile


Mergulhar na cultura local é um desejo cada dia mais valorizado por turistas que buscam experiências marcantes e enriquecedoras ao sair para uma viagem. E cultura é o que não falta na chilena Pucón, cidade localizada no sul do país perto da fronteira com a Argentina. Nesta região vive o povo mapuche, conhecido historicamente pela brava e heroica resistência à dominação europeia no século XVI e que é parte extremamente importante na história do Chile. 

Sabendo do interesse crescente de turistas por viagens de conhecimento cultural e conhecendo a importância dos mapuches para a região onde está localizado, o hotel Antumalal – também situado em Pucón - oferece um passeio que tem como missão apresentar a história e cultura deste povo indígena a seus hóspedes.

Elencada como uma das marcas mais fortes de um grupo, a arquitetura tem um espaço significativo na cultura mapuche. As rucas, erguidas com troncos de árvores nativas e revestidas principalmente com fibras vegetais e barro, são as “casas mapuches” e ocupam o lugar mais importante neste aspecto cultural. A visita a uma destas construções faz parte do roteiro oferecido no Antumalal.


A arte têxtil é outro ponto marcante da cultura mapuche e remonta grande parte de sua história. A manufatura de tecidos com lãs de animais para a produção de roupas e acessórios e o ensinamento hereditário entre as mulheres é uma marca forte até os dias de hoje entre os indivíduos do grupo. Por isso, um passeio por uma mostra de tear e a apresentação das vestimentas típicas também fazem parte do passeio disponível no hotel.

Como não poderia deixar de ser, a gastronomia também tem um papel fundamental na formação cultural dos mapuches. Baseada na conexão com a terra e o meio ambiente, seus hábitos alimentares tem como ponto marcante a utilização de grãos, sementes, cereais, legumes e verduras.

Um condimento picante bastante famoso no Chile feito da mistura de pimentões, coentro e outras ervas, o Merkén é uma das heranças do grupo indígena para a gastronomia nacional. Para conhecer estes sabores mais intimamente, o Hotel Antumalal leva seus visitantes a um churrasco típico e para degustações de outros produtos.

Ainda, a apresentação e o contato com instrumentos musicais, ferramentas e esportes mapuches completam o roteiro oferecido pelo Antumalal a seus hóspedes interessados em adentrar, descobrir e desbravar a cultura local.

-
Sobre o Antumalal:

Situado a apenas dois quilômetros do centro de Pucón, o Antumalal surpreende por sua arquitetura. Erguido entre jardins, terraços e cachoeiras e cercado por rochas vulcânicas, se integra à natureza e permite aos hóspedes que se desliguem de suas rotinas.
                        

O hotel foi projetado nos anos 40 pelo arquiteto chileno Jorge Elton, influenciado pelo americano Frank Lloyd Wright, cujas construções foram consideradas “complementos da paisagem”. 

Para sua construção, nenhuma árvore pode ser cortada ou tocada. Assim, o edifício foi entalhado e integrado ao entorno, feito com materiais como concreto, madeira, ferro e vidro, muito vidro. O resultado é uma vista de cartão postal.

Todos os 22 apartamentos oferecem vistas espetaculares do Parque e do Lago Villarrica, graças às janelas panorâmicas, e possuem paredes revestidas de araucárias chilenas e calefação. Alguns contam ainda com lareira.


Outros serviços do hotel que se destacam pela qualidade são o Restaurante Parque Antumalal, inaugurado em 1950 e até hoje um dos mais tradicionais de Pucón, e o Spa do Antumalal. Envolto por uma paisagem encantadora, oferece aos hóspedes diversos tratamentos como massagem descontraturante, reflexologia e drenagem linfática, além de terapias como Reike e craneosacral.



Fonte : Daniel Ramirez

Nenhum comentário:

Postar um comentário