sábado, 4 de março de 2017

Mulheres são maioria na busca por educação financeira


Com a proximidade do Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, desejo compartilhar com vocês o que venho constatando há anos: quando o assunto é educação financeira, as mulheres são muito mais engajadas do que os homens.
Apenas nos últimos seis meses, elas foram a grande maioria entre os participantes dos cursos de educação financeira, chegando a representar 58% do total, segundo levantamento da DSOP Educação Financeira.

Acredito que os números não poderiam ser diferentes, afinal cada vez mais as mulheres vêm assumindo não apenas o controle das finanças da família, como também passando a sustentá-la financeiramente.

O problema é que, muitas vezes, as mulheres recebem salários mais baixos ao exercer o mesmo cargo que os homens, sem contar os casos em que são sobrecarregadas com as obrigações domésticas, resultando em mais trabalho e menor retorno financeiro.

Outro ponto a se considerar é que as publicidades e propagandas são maiores para o sexo feminino do que para outros públicos, indo desde produtos de beleza até produtos de limpeza. Com todo esse “assédio”, a mulher pode acabar tendo a sensação de ser obrigada a pensar em tudo e em todos, deixando de lado os seus sonhos e desejos. E é isso que muitas já combatem, por meio da educação financeira.

As mulheres estão buscando estabelecer e conquistar seus sonhos, cientes que este é o caminho para alcançar a independência financeira. Trata-se de uma mudança comportamental, que parte do desejo de lidar com o dinheiro com mais tranquilidade e conquistar tudo aquilo que deseja.

Com o simples exercício de registrar mensalmente todos os seus gastos, descobrem no que podem economizar para realizar seus sonhos – sem ter que eliminar as despesas cotidianas, que geram prazeres e que também têm relevância para suas vidas.


Faça o teste gratuitamente e verifique a sua situação: http://www.dsop.com.br/testes/perfil-financeiro-para-mulheres/

Autoria : Reinaldo Domingos é doutor em educação financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Diário dos Sonhos e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário