quarta-feira, 3 de maio de 2017

Observação de aves como hobby cresce no Brasil



Gonçalves Dias já dizia: “as aves que aqui gorjeiam, não gorjeiam como lá”. A rica biodiversidade brasileira estimula os olhos e ouvidos aguçados e as lentes a postos dos observadores de aves. Vinte oito de abril é o dia destes observadores, pessoas que praticam o hobby conhecido internacionalmente como birdwatching.

O ato de observar aves é bastante difundido na Inglaterra, mas os brasileiros se interessam cada vez mais por essa atividade. Há dez anos, o número de birdwatchers não chegava a dois mil. Hoje, de acordo com a Avistar Brasil, ONG que organiza o maior encontro de observação de aves da América Latina, o país tem mais de 35 mil praticantes, com potencial para chegar a 100 mil nos próximos três anos.

O Brasil é o segundo país do mundo com maior diversidade de aves, 1.809 segundo a BirdLife International, ficando atrás somente da Colômbia (1.877 espécies). 


Conheça um pouco mais sobre o birdwatching em cada um dos seis ambientes naturais brasileiros:

- Amazônia:
A biodiversidade da Amazônia, bioma que abrange 9 estados do Norte, Nordeste e Centro-oeste do país é conhecida mundo afora e isso se reflete na diversidade de espécies de aves, aproximadamente 700. 

                  Adriano Gambarini/Acervo Fundação Grupo Boticário

Para quem quer praticar birdwatching indica-se usar como base a cidade de Manaus. Muitas expedições saem da capital do Amazonas e levam o turista para visitar ilhas fluviais e a passeios na mata.


- Caatinga:
Os biomas do Pantanal, da Mata Atlântica e a Amazônia são os destinos mais conhecidos para a observação de aves, mas o Nordeste brasileiro também tem ótimas opções. Para quem quer conhecer um pouco mais sobre os pássaros que habitam a Caatinga, o estado do Ceará é parada obrigatória. 

                       Soldadinho-do-araripe / Aquasis

A cidades mais buscadas são Guaramiranga e Quixadá (que conta com espécies como bacurauzinho-da-caatinga - Caprimulgus hirundinaceus) e também a região do Cariri (habitat do soldadinho-do-araripe - Antilophia bokermanni). Já para observar espécies como o periquito-cara-suja (Pyrrhura griseipectus) a mata úmida do Maciço de Baturité é a melhor opção.

- Cerrado:
Outra opção é fazer um passeio na região também conhecida como “savana brasileira”. A paisagem do Cerrado é cheia de árvores cascudas com troncos retorcidos, que sobrevivem a intenso calor, cachoeiras e cerca de 340 espécies de aves. 

                        Celeus obrieni / Acervo Fundação Grupo Boticário

A maioria das excursões saem da cidade de Alto Paraíso (GO), a cerca de 400 km de Goiânia e 230 km de Brasília, e levam ao Parque Nacional da Chapa dos Veadeiros.

- Mata Atlântica:
Mais de 900 espécies de aves habitam a Mata Atlântica, um dos biomas mais ricos do mundo em biodiversidade e que cobre territórios de 17 estados brasileiros. Deste total, 325 espécies de aves podem ser avistadas na Reserva Natural Salto Morato, localizada em Guaraqueçaba, no litoral norte do Paraná, a 163 quilômetros de Curitiba. 

Bando de Papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea) / Jaime Martinez/Acervo Fundação Grupo Boticário

A Unidade de Conservação (UC) é mantida pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza desde 1994 e, em 1999, foi reconhecida pela Unesco como Sítio do Patrimônio Natural da Humanidade. São 2.253 hectares que integram a maior área contínua de Mata Atlântica do Brasil.

- Pampa:
Mesmo tendo uma fauna expressiva, com quase 500 espécies de aves, o Pampa ainda não é tão explorado pelo hobby. 

          Patativa-tropeira / Marcio Repenning/Acervo Fundação Grupo Boticário

O bioma, que abrange o Rio Grande do Sul, no Brasil, abriga mais de 10 espécies de aves globalmente ameaçadas de extinção como é o caso do veste-amarela (Xanthopsar flavus), dos caboclinhos (Sporophila palustris) e (Sporophila cinnamomea) e da noivinha-de-rabo-preto (Xolmis dominicanus).


- Pantanal:
O Pantanal tem como ave-símbolo o tuiuiú (Jabiru mycteria), ave que chega a ter 1,4 m de comprimento. Além dela, a prática de birdwatching, geralmente feita a partir de barcos, possibilita conhecer mais de 600 espécies de aves. 

                      Tuiuiu / Haroldo Palo Jr/Acervo Fundação Grupo Boticário

Um dos principais atrativos é o Parque Nacional do Pantanal Matogrossense, no município de Poconé, no Mato Grosso.



Fonte : Fundação Boticário

Nenhum comentário:

Postar um comentário