quarta-feira, 21 de junho de 2017

Conheça cinco festas juninas ao redor do mundo


Fogueira, bandeirinhas, música, quadrilha, comidas deliciosas e muita animação: assim são as festas juninas. Engana-se quem pensa que a celebração nasceu em terras tupininquis. Criado pelos camponeses europeus para celebrar o início do verão, o evento desembarcou no Brasil durante a colonização com a chegada dos portugueses. 

- Confira cinco pontos do planeta que são conhecidos por enaltecerem os santos católicos entre junho e julho: 

- São Luís:

No Brasil, cada região comemora de uma forma diferente. Um dos principais festivais do segmento é o Bumba Meu Boi, que ocorre entre os meses de junho e julho na capital maranhense. 



Com mais de 200 anos de tradição, o nome do evento surge a partir da história de Francisco, um escravo, que mata o boi do senhor da fazenda para saciar a fome de Catirina, sua esposa. Arrependido, o homem pede aos curandeiros e aos pajés para ressuscitarem o animal. 

- Lisboa:

Em terras portuguesas, o evento que usa marchinhas para exaltar figuras como São João, Santo Antônio e São Pedro é nomeado como Festas dos Santos Populares. 



O grande destaque da época fica para o dia 13 de junho, dia do Santo Casamenteiro, onde acontece uma gigante cerimônia de casamento com cerca de 300 casais. A cidade também fica repleta de declarações de amor entre os apaixonados, que trocam lindos vasinhos de manjericão entre si para celebrar o amor.


- Pomerânia:

A Noc Świętojańska – ou Noite de São João – tem início às 8h no dia 23 de junho e não tem hora para acabar. Enquanto no Brasil os participantes do arraiá se caracterizam de camponeses, na Polônia o traje escolhido é o de pirata. 



Para celebrar a chegada do verão e comemorar a fertilidade e a vitalidade da natureza, a população ilumina o céu com milhares de balões que são lançados simultaneamente. 


- Alicante:

Conhecida como Festa das Hogueras, a atração de Alicante começa no dia 20 e se estende até o dia 24. As ruas ficam repletas de pessoas fantasiadas, além de contar com desfiles de bonecos coloridos feitos de madeira e papelão. 



É comum, também, encontrar fogueiras à beira do Mar Mediterrâneo, onde os moradores queimam móveis velhos e objetos antigos, pedindo boas novas.


- Wiltshire:

A tradição é celebrar o sol, ao lado do Stonehenge, Patrimônio Mundial da Unesco, um monumento construído na Antiguidade com o objetivo de observar as mudanças de estação. 



Com duração de quatro dias, a solenidade é marcada por grandes fogueiras, barracas de comidas e música ao vivo que atraem diferentes públicos.


Fonte: ViajaNet - agência de viagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário